. Z. BELAS-ARTES - Abertura da exposição. Gazeta de Noticias, Rio de Janeiro, 2 set. 1905, p. 2. - Egba

Z. BELAS-ARTES - Abertura da exposição. Gazeta de Noticias, Rio de Janeiro, 2 set. 1905, p. 2.

De Egba

Apesar do dia cheio de chuva, a abertura da 12ª exposição de Belas Artes teve uma concorrência enorme. Tudo quanto há de distinto, de elegante, de chic, o [...] Rio lá estava enchendo as duas galerias de alegria, de vivacidade, de encanto.

A exposição agradou, agradou como há muito não agrada uma exposição. Nos grupos só se falava nisso.

- Quantos quadros?

- 262, mas toleráveis quando não são bons ou magníficos. O quilômetro de tela dos anos anteriores era pior.

Muita gente parava diante das caricaturas do Raul, outros iam admirar o retrato de Machado de Assis, por Bernardelli [Henrique Bernardelli], ou o primor de Visconti: - D. Nicolina Vaz de Assis, em toillete de inverno, num fundo terne... [Imagem] Latour também provocava as atenções.

É preciso dizer que as moças paravam de preferência diante do retrato do autor do Braz Cubas, e que os artistas, os homens de letras, mostravam muita boa vontade em apontar as belezas das telas de Latour, um dos novos de mais talento. Coelho Netto, por exemplo, ficou encantado com algumas das suas telas.

Na outra galeria, onde está a exposição de artes aplicadas, Mme. Joanna Brandt triunfa em toda a linha com as suas pinturas sobre porcelana e os seus couros repoussés. Há um banco de couro, motivo cataléa [sic] magnífico.

Mme. Brandt é dinamarquesa, trabalha a porcelana em fornos próprios, aqui no Rio; é incansável. Como a elogiássemos ao saber que estuda cerâmica aplicada com o Sr. Ludolff, o mesmo que há dois anos nos dava, com Visconti, vasos deliciosos, teve esta frase simples e encantadora:

- Oh! eu faço tudo isso para não fazer crochet. O meu desejo é acabar com o crochet.

É raro encontrar tanto mérito em tanta simplicidade.

Temos a citar, além dos artistas citados ontem, na nossa notícia sobre o vernissage os Srs. Treidler, Freitas [Augusto Luiz de Freitas] Weintgartner [sic] Raphael Frederico [sic], etc.

Às 4 horas da tarde ainda era grande a concorrência na Escola. Em baixo, no saguão, tocava uma banda de música, e era uma tristeza deixar toda aquela radiante beleza das telas, em que se fixava a arte das senhoras que lhe guardavam a essência, para vir arriscar-se cá fora à inclemência da chuva, da lama e do dia triste. - Z.


Digitalização de Mirian Nogueira Seraphim

Transcrição de Vinícius Moraes de Aguiar

Z. BELAS-ARTES - Abertura da exposição. Gazeta de Noticias, Rio de Janeiro, 2 set. 1905, p. 2.

Ferramentas pessoais
sites relacionados