. VANDIQUE, Brun. O Salão de Belas Artes. NOTAS COMPRIMIDAS V. O Globo, 22 ago. 1930, p. 2. - Egba

VANDIQUE, Brun. O Salão de Belas Artes. NOTAS COMPRIMIDAS V. O Globo, 22 ago. 1930, p. 2.

De Egba

Começaram as conferências públicas, às quintas-feiras, conforme o programa da comissão de cerimônias do Salão. Da primeira, do Agripino Grieco, já falamos. Tivemos agora a do Flexa Ribeiro, sobre as complicações da metafísica na pintura, com vistas de lanterna mágica, e a de Adalberto Mattos, sobre um pai nobre da arquitetura indígena, sem projeções luminosas, porque no tempo desse patriarca não havia chapas. O salão enche-se e chovem palmas: sinal certo de que o público vai gostando, pouco a pouco, desses processos de cultura e de orientação. Voltemos à exposição. B. Pinto não expõe, este ano; sendo o número de quadros limitado a três, no salão, o artista apresentou cinquenta no saguão do Liceu, com sucesso, por ser um dos mais provectos especializados na paisagem. Cadmo Fausto expõe um carvão cheio de faceirices; uns tarrafeiros tomando banho de areia [Imagem] e uma cena de campo, em que um tipo lusco-fusco faz a colheita da palha assada. Guignard apresenta um preconício de elixir de Nogueira. Guttman Bicho dá dois retratos que devem estar parecidos e uma paisagem depois de um dia de lixívia no ambiente. Cavalleiro [Henrique Cavalleiro] procurou poupar tinta nos quadros, por causa da crise mundial. Hernani de Irajá nos oferece um mecânico vadio, a fazer greve sozinho, enquanto os outros fingem que trabalham. A lavadeira de João Azevedo ri-se dos projetos de casas baratas, encajuada [sic] sob um telheiro mal-ajambrado. Jordão exibe uns vaqueiros do norte, sem pernas e sem vacas, talvez por causa da seca. Jurandir Paes Leme, numa tela comprida, pôs uma torre, um galho de trepadeira e uns pombos em colóquio, dizendo: “Vamos desenhar?” “Nos trópicos”, é o título de uma cena de teatro João Minhoca, pintado por Lagreca. Os nus malcriados, de costas para o público, continuam no salão, temos mais um do Marques Junior e mais outro de D. Olga Mary. D. Palmyra Pedra expõe um cromo de folhinha com um auto-retrato, quando na primeira infância, João Ferri exibe, na escultura, um torcicolo em gesso, com a cabeça de Helios Seelinger. Rayol dá-nos a máscara de Beethoven, - que já é uma praga, - antes de ir ao cabeleireiro.

Depois de amanhã, tem mais.

Brun Vandique.


Digitalização de Mirian Nogueira Seraphim

Transcrição de Vinícius Moraes de Aguiar

VANDIQUE, Brun. O Salão de Belas Artes. NOTAS COMPRIMIDAS V. O Globo, 22 ago. 1930, p. 2.

Ferramentas pessoais
sites relacionados