. NOTAS DE ARTE. Jornal do Commercio, Rio de Janeiro, 13 ago. 1925, p.6. - Egba

NOTAS DE ARTE. Jornal do Commercio, Rio de Janeiro, 13 ago. 1925, p.6.

De Egba

Teve todo o brilho, nada faltando para ser considerada como uma verdadeira festa de arte, a inauguração do Salon de 1925.

O mundo oficial, a representação das instituições sábias, o comparecimento dos membros do Corpo Diplomático e dos melhores elementos da sociedade do Rio de Janeiro, deram à abertura da XXXII Exposição de Belas Artes o concurso de sua presença.

Pode-se afirmar que muito poucas vezes o nosso Salon - que traduz este ano uma grande e homogênea animação - tem tido a concorrência entusiástica que ontem lhe notamos. De fato, todos os cinco largos compartimentos da Escola de Belas Artes, onde se ostentam os numerosos trabalhos expostos, de pintura, escultura, gravura, etc., regurgitaram desde a hora da abertura até a de fechar.

A primeira impressão que tivemos deste certame, na visita que lhe fizemos por ocasião do vernissage, demo-la em longa apreciação na nossa edição de ontem. Antes, porém, de oferecer ao público uma ideia mais detalhada do que é a exposição deste ano, o que faremos em notícias subsequentes, limitamo-nos, por hoje, ao registro da cerimônia de inauguração, que teve, como dissemos acima, todo o brilho, para o qual contribuíram também flores e tapeçarias, lançadas pelas escadarias internas do edifício.

Na assistência, além de numerosas famílias notavam-se os Srs. Miguel Mello, representando o Sr. Presidente da República, Dr. Mello e Souza, representando o Sr. Ministro da Justiça; Dr. Ramiz Galvão, General Moreira Guimarães, representando o Instituto Histórico, Senador Fernandes Lima, por si e pelo Dr. Costa Rego, Governador do Alagoas, Dr. Laudelino Freire, representando a Academia de Letras, Dr. Lobo Goulart de Andrade, Dr. Alaor Prata, Prefeito do Distrito Federal, Dr. José Rangel, Diretor da Escola Normal, Embaixador da França, Ministro da China, Presidente da Sociedade Brasileira de Belas Artes, Presidente do Instituto Central de Arquitetos, Dr. Dionysio Ramos Monteiro, Ministro do Uruguai, Dr. Carneiro Leão, Diretor da Instrução Municipal.

A exposição estará aberta diariamente das 11 às 17.


Digitalização de Mirian Nogueira Seraphim

Transcrição de Arthur Valle

NOTAS DE ARTE. Jornal do Commercio, Rio de Janeiro, 13 ago. 1925, p.6.

Ferramentas pessoais
sites relacionados