. GAMA, Luiz. BELAS-ARTES. O vergonhoso catálogo do nosso "Salon". A Noite, Rio de Janeiro, 19 set. 1912, p.2. - Egba

GAMA, Luiz. BELAS-ARTES. O vergonhoso catálogo do nosso "Salon". A Noite, Rio de Janeiro, 19 set. 1912, p.2.

De Egba

Há três ou quatro anos que o catálogo das exposições da Escola de Belas Artes se torna alvo de fortes censuras, até certo ponto muito justas.

O amor pela má impressão, de que anualmente, as várias comissões organizadoras tem dado provas, revela um grande carinho pelos expositores, que, em alguns é levado ao excesso de até lhes mudarem o sexo.

Assim encontramos o bizarro Helios, pintor de faunos e ninfas, transformado em pudibunda moça.

E, mais, aumenta ou diminui os prêmios conforme o nome é simpático ou não.

A outros, emburra com a nacionalidade e dá-lhes outra.

Ora o catálogo não é feito por competente, mas sim pela preciosidade de um bedel, que durante todo esse tempo tem sido o encarregado da revisão do catálogo.

E como para fazer esta o homenzinho não conheça regra, nem português, e, da comissão, ainda ninguém tenha reparado que ele tem jeito para tudo menos para dirigir a impressão de um catálogo de Arte, continua e continuará a fazer o que até aqui tem feito.

Em todo o caso os artistas devem prevenir-se para o ano.

LUIZ GAMA.


Digitalização de Mirian Nogueira Seraphim

Transcrição de Andrea Garcia Dias da Cruz

GAMA, Luiz. BELAS-ARTES. O vergonhoso catálogo do nosso "Salon". A Noite, Rio de Janeiro, 19 set. 1912, p.2.

Ferramentas pessoais
sites relacionados