. EXPOSIÇÃO GERAL DE BELAS ARTES. O "VERNISSAGE" DE ONTEM. O Paiz, Rio de Janeiro, 12 ago. 1925, p. 1. - Egba

EXPOSIÇÃO GERAL DE BELAS ARTES. O "VERNISSAGE" DE ONTEM. O Paiz, Rio de Janeiro, 12 ago. 1925, p. 1.

De Egba

Há hábitos que nem a força iconoclasta do futurismo mais agudo consegue destruir. O vernissage é um deles. Se outrora os pintores ainda davam àquele termo a verdadeira significação - e compareciam para evitar que as telas rechupassem - hoje é mera tradição.

E o que há de singular, até entre os revolucionários, os inovadores da nossa pintura, é a unanimidade com que todos praticam a velhíssima praxe.

É verdade que Géricaux [sic], segundo se conta, só deu equilíbrio de massas ao seu famoso quadro da Jangada da fragata Medusa, depois que o viu no salon, broxando a figura morta que se joga para o mar.

Seja como for. O vernissage deste ano foi um dos mais animados que a Escola de Belas Artes tem visto. Artistas, amadores, curiosos, percorriam avidamente as salas. Várias senhoras se detinham diante de telas especiais: e os autores solícitos logo esclareciam as dúvidas, alegando sempre a impossibilidade de fazer melhor... por falta de tempo ou de modelo.

-

S. Ex., o Sr. ministro da justiça, não quis esperar o dia de hoje - inauguração oficial - para dar ao salão deste ano o prestígio e o estímulo da sua presença. Em companhia do professor Baptista da Costa, por duas vezes, percorreu as diversas salas onde se alinham numerosos metros de tela e algumas dúzias de gesso.

Durante o tempo de sua visita, o doutor Affonso Penna Junior mostrou sempre grande e carinhoso interesse por diversas obras, demorando-se, por vezes, diante de alguns trabalhos que melhor lhe despertavam a atenção.

A nota mais original, porém, foi dada pela presença do maharajah de Kapurtala, que também se demorou longamente na Escola Nacional de Belas Artes, tendo expressões do mais vivo louvor para a arte brasileira, pelos exemplares que acabava de ver.

Com tal animação, os pintores e modeladores estão cheios de grandes esperanças, nem só em relação ao êxito puramente artístico, como também no que diz respeito ao outro...


Imagem

NA SEÇÃO DE ESCULTURA - Pessoas presentes ao "vernissage", vendo-se, ao centro, O Sr. Affonso Penna Junior, ministro da justiça, e professor Baptista da Costa, diretor da Escola Nacional de Belas Artes


Digitalização de Mirian Nogueira Seraphim

Transcrição de Arthur Valle

EXPOSIÇÃO GERAL DE BELAS ARTES. O "VERNISSAGE" DE ONTEM. O Paiz, Rio de Janeiro, 12 ago. 1925, p. 1.

Ferramentas pessoais
sites relacionados