. BELAS ARTES. O "VERNISSAGE" DA EXPOSIÇÃO GERAL DESTE ANO. O Jornal, Rio de Janeiro, 12 ago. 1923, p.3. - Egba

BELAS ARTES. O "VERNISSAGE" DA EXPOSIÇÃO GERAL DESTE ANO. O Jornal, Rio de Janeiro, 12 ago. 1923, p.3.

De Egba

Teve grande animação o "vernissage" do salão deste ano. É a trigésima Exposição Geral de Belas Artes, organizada pelos nossos artistas. Foi uma tarde de animação naquele recinto, cujo aspecto é agora bem mais condigno, graças à remodelação por que passou o palácio das artes belas.

Apesar do desânimo que se pretende implantar no nosso meio artístico, o salão deste ano é bem mais forte do que se esperava. Foi mesmo surpresa para muitos ver tantos trabalhos reunidos. Essa impressão não é motivada pelo concurso que dá a esse certame o pintor Antonio Parreiras. Registrando-a, queremos nos referir à animação geral, apesar de não terem concorrido vários dos nossos artistas.

Quanto ao contingente do Sr. Antonio Parreiras, devemos dizer que ele é valioso em quantidade e em qualidade numa grande parte. As telas do pintor Parreiras ocupam toda a ampla sala em que, na exposição do centenário da independência, se apresentaram os artistas belgas.

A inauguração oficial do salão será hoje às 13 horas, estando convidado para presidi-la o presidente da República. Deverão comparecer outras altas autoridades.

A comissão diretora da Exposição Geral de Belas Artes, deste ano, é composta dos professores Rodolpho Chambelland, Raul Lessa, [sic] Saldanha da Gama e Petrus Verdié.


Imagem

Um grupo de artistas tirado por ocasião do "vernissage" do salão deste ano.


Digitalização de Mirian Nogueira Seraphim

Transcrição de Vinícius Moraes de Aguiar

BELAS ARTES. O "VERNISSAGE" DA EXPOSIÇÃO GERAL DESTE ANO. O Jornal, Rio de Janeiro, 12 ago. 1923, p.3.

Ferramentas pessoais
sites relacionados