. A XXXIV EXPOSIÇÃO GERAL DE BELAS-ARTES - Foi solene a sua inauguração, ontem, com a presença do sr. ministro da Justiça. O Jornal, Rio de Janeiro, 13 ago. 1927, p. 3. - Egba

A XXXIV EXPOSIÇÃO GERAL DE BELAS-ARTES - Foi solene a sua inauguração, ontem, com a presença do sr. ministro da Justiça. O Jornal, Rio de Janeiro, 13 ago. 1927, p. 3.

De Egba

Está oficialmente inaugurada, desde ontem e franqueada ao público, a XXXIV Exposição Geral de Belas Artes.

Às 14 horas, quando chegou à Escola de Belas Artes, à Avenida Rio Branco, o ministro da Justiça, achava-se o edifício repleto de famílias, estando presentes quase todos os artistas brasileiros ora no Rio.

O sr. Vianna do Castello, em companhia do dr. Aloysio de Castro, diretor do Departamento Nacional de Ensino, do sr. Corrêa Lima, diretor da Escola, e dos membros da Comissão Organizadora da Exposição, percorreu demoradamente as várias salas, examinando interessado os inúmeros trabalhos expostos.

A nossa gravura reproduz, em baixo e ao centro, um aspecto da saída do sr. Vianna do Castello do edifício da Escola, vendo-se s. ex. ladeado pelo dr. Aloysio de Castro e pelos professores Corrêa Lima e Elyseo Visconti (à direita) [Imagem].

As demais fotografias que compõem a gravura são de trabalhos da seção de pintura, a qual já há dias nos vimos referindo. Ao alto, partindo da esquerda, vêm-se: “Retrato da senhorita M.B.” do professor Rodolpho Chambelland; “Praia Vermelha”, de Edgard Parreiras; “Canto do Rio”, de Francisco Manna.

Em baixo, à esquerda, vê-se uma tela do professor Elyseo Visconti, intitulada “Retrato” e, à direita, uma paisagem de Porciuncula Moraes, cujo título é “Vale da Tijuca”.


Digitalização de Mirian Nogueira Seraphim

Transcrição de Andrea Garcia Dias da Cruz

A XXXIV EXPOSIÇÃO GERAL DE BELAS-ARTES - Foi solene a sua inauguração, ontem, com a presença do sr. ministro da Justiça. O Jornal, Rio de Janeiro, 13 ago. 1927, p. 3.

Ferramentas pessoais
sites relacionados